Sindjus-AL realiza assembleia com ato público no prédio das Varas Trabalhistas nesta quarta-feira

Sindjus-AL realiza assembleia com ato público no prédio das Varas Trabalhistas nesta quarta-feira

O Sindjus-AL promove, nesta quarta-feira (07), a partir das 9 horas, assembleia geral com ato público em frente ao prédio das Varas Trabalhistas, para os servidores do Judiciário Federal e do MPU decidirem o rumo da mobilização em defesa da revisão do Plano de Cargos e Salários (PCS).

Na assembleia, o Sindjus-AL irá definir com a categoria as ações de mobilização pela aprovação do PCS através dos projetos de leis do Judiciário: 4363/2012 e 6.613/2009 e do MPU: 4362/2012 e 6.697/2009. Na pauta, os servidores definirão sobre a participação na atividade “Semana da Indignação” de 7 a 14 de novembro, orientada pela Fenajufe, que visa protestar contra a intenção do governo Dilma de rebaixar a proposta de percentual das gratificações de 100% para 90% em três anos, bem como forçar os parlamentares a aprovarem o regime de urgência urgentíssima dos projetos de leis 4362/2012 e 4363/2012.

Na assembleia, a categoria definirá os representantes para participar do ato nacional, em Brasília, no dia 13 de novembro, e as medidas contra a implantação da Resolução 63/2010 na Justiça do Trabalho e a compensação dos dias de greve na Justiça Eleitoral.

Os servidores do Judiciário Federal e do MPU estão há seis anos sem reajuste salarial e os projetos de leis correm o risco de não serem aprovados este ano. “O impasse é a presidente Dilma que não aceitou que os recursos das 'funções cheias' sejam transferidas para complemento do aumento da Gratificação de Atividade Judiciária (GAJ) e Gratificação de Atividade do MPU (Gampu) passem de 50 para 100% em três anos”, explica o sindicato.

Fonte: Sindjus-AL