Nota de apoio à greve dos professores do estado de Sergipe

Nota de apoio à greve dos professores do estado de Sergipe

O Sindjuf/SE declara publicamente apoio à greve dos professores estaduais. A categoria está em greve desde a última terça, 26 de novembro, após o governador Belivaldo Chagas enviar à Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) dois projetos de lei que retiram direitos.

Apesar de ter dito em campanha que viria para resolver, Belivaldo mantém a política de seus antecessores e até piora. Além de não reajustar o piso salarial dos professores e atrasar os pagamentos mês após mês, assim como de outras categorias, o governador ataca o Magistério com mais cortes.

Sob o batido pretexto da crise, Belivaldo encaminhou à Assembleia dois projetos que ameaçam o Plano e Carreiras e o Estatuto da categoria. Eles preveem o fim do triênio para todos os professores, inclusive aposentados, e acabam com a redução da carga horária por tempo de serviço. Na mídia, o governo segue afirmando que não há cortes.

Mesmo depois de decisão judicial que tenta exterminar o movimento grevista, os professores continuam firmes e mantêm vigília em frente à Alese até que os projetos sejam arquivados.

O Sindjuf/SE, em nome dos servidores do Poder Judiciário Federal, presta solidariedade à categoria. Retirada de direitos, não!