Dia 10: Trabalhadores/as tomam as ruas da Bahia contra a Reforma Trabalhista e a favor da Justiça do Trabalho

 

 

 

 A sexta-feira (10), Dia Nacional de Lutas, foi marcada por protestos e mobilizações por todo território nacional.

Sindjufe (BA)
Vitor Figueiredo

Trabalhadores/as, sobretudo os/as servidores/as do Judiciário Federal, foram à luta pela revogação da Reforma Trabalhista, em defesa da Justiça do Trabalho, contra a Reforma da Previdência e pela auditoria da Dívida Pública brasileira. Como forma de mobilização, o SINDJUFE-BA – representado pelos coordenadores Denise Carneiro e Francisco Filho – realizou ato com concentração na Praça Campo Grande em direção à Praça Castro Alves.

Durante o Ato, servidores, advogados, centrais sindicais, e a população em geral participaram da luta em defesa dos seus direitos. No evento, representantes de entidades, movimentos sociais e servidores/as foram unânimes em suas falas a respeito dos atuais ataques do governo contra a classe trabalhadora. Além disso, também foi destacada a relevância da Justiça do Trabalho quanto à garantia dos direitos trabalhistas.

Desde a aprovação da Paralisação ocorrida no dia 7, coordenadores do sindicato e servidores foram para as unidades construir a participação da categoria. Houve também reunião com a Presidência do TRT em que foi informado sobre o apoio ao movimento em defesa do órgão, que está sendo alvo de ataques severos e inclusive tem sua existência condenada por políticos. 
No dia 9 o Sindjufe-BA fez rápidas "Assembleias por andar" nos 6 andares do prédio do Comércio.

A previsão do ato era se estender ao TRT e prédio da Previdência porém as Centrais avaliaram que o trio de som pelo seu tamanho não poderia descer a ladeira da montanha e o ato se encerrou na Praça Castro Alves. Na fala, a coordenadora Denise Carneiro informou que aquele seria o "primeiro dia de retomada da mobilização" para "barrar a reforma da previdência e  impedir que um congresso imoral consiga extinguir a Justiça do Trabalho, patrimônio dos trabalhadores!".

Estavam presentes no evento, as centrais: CUT, NCST, CSP-Conlutas, CSB, CTB, UGT, UNE, UBES, Intersindical, Força Sindical, Frente Brasil Popular, entre outras. 

Interior de Luta

O Dia Nacional de Lutas também foi marcado pela participação dos trabalhadores/as do interior da Bahia. O Judiciário Federal se fez presente, com mobilização conjunta entre os/as servidores/as do TRT, TRE e JF de Alagoinhas, Guanambi, Feira de Santana etc., em defesa dos direitos da categoria e da população.