Assembleia do Sindiquinze aprova calendário contra desmonte do PJU e elege delegação para XXI Plenária da Fenajufe

Sindiquinze (Campinas)

Em Assembleia Geral Extraordinária realizada pelo Sindiquinze no último sábado, dia 30 de setembro, os associados elegeram por unanimidade a chapa única formada por nove delegados, quatro observadores e dois suplentes para a XXI Plenária Nacional Extraordinária da Fenajufe, que acontecerá entre os dias 9 e 12 de novembro, em Campo Grande-MS. Além dos eleitos, o Diretor Valdir Bezerra de Lima foi o delegado indicado pela diretoria.

O Presidente do Sindiquinze, Zé Aristéia, que também é Coordenador-Geral da Fenajufe, propôs a inversão de pauta, que foi aprovada, e iniciou a assembleia com a formação em chapa única de nove delegados, três observadores e dois suplentes, que ficou assim definida:

DELEGADOS – Ivan Bagini, João Paulo Zambom, Maria Martha de Lima Santos, Nilton dos Santos de Lima, Marcelo Amorim de Menezes, Júlio César da Silva, Maria Sônia Faria, Maria Regina Ferreira e Luís Fabiano da Silva.

OBSERVADORES – Orlando Roque de Oliveira Filho, Thiago dos Reis Martins e Gabriel Muniz Batista.

SUPLENTES – Paulo Fernando Furlan e Oscar de Seixas Queiroz Neto.

Em relação ao outro item da pauta, calendário/paralisação/mobilização contra o desmonte do PJU, foi aprovada a realização de assembleias para deliberar sobre paralisação no dia 27 de novembro, com indicativo de um dia de paralisação pela categoria. Além disso, serão encaminhadas listas às unidades para coleta de assinaturas para o projeto de iniciativa popular que revoga a reforma trabalhista e o projeto de lei de terceirização irrestrita, que busca recolher 1,3 milhão de assinaturas para encaminhar ao Congresso Nacional. Também foi aprovada a realização de estudos acerca da situação de saúde dos servidores da 15ª Região e a organização de um fórum sobre assédio moral. A assembleia aprovou ainda o envio de uma representação do Sindiquinze para acompanhamento do julgamento dos embargos no processo dos quintos pelo STF.