Mobilização pela aprovação do PCS permanece forte. Confira quadro nacional

Mobilização pela aprovação do PCS permanece forte. Confira quadro nacional

A mobilização dos servidores do Judiciário Federal e do MPU pela aprovação dos PCSs permanece forte. 15 estados mais o Distrito Federal estão em greve por tempo indeterminado e os demais estados seguem realizando paralisações, atos públicos entre outras atividades reivindicatórias.

Vários estados já agendam assembleias para discutir a contraproposta sinalizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) nesta terça (28).
 
Confira abaixo o quadro nacional.
 
Greve por tempo indeterminado
 
Sindjus-DF: Servidores do DF estão em greve desde o dia 1º de agosto. A greve atinge todos os tribunais superiores (STF, STJ,TSE, TST e STM). No TJDFT, 100% do setor de informática está parado. O sindicato espera que a greve se consolide em todos os locais de trabalho do Bloco A da sede do tribunal. O movimento também atinge os órgãos do MPU, varas,fóruns e cartórios eleitorais.  Nesta quarta-feira (29), o Sindjus-DF promoveu assembleia geral que rejeitou a contraproposta do STF por ampla maioria.
 
Sintrajud-SP: A greve por tempo indeterminado, que teve início no dia 8 de agosto, segue mais forte no TRE e no Fórum Trabalhista da Barra Funda, mas também há adesões na Justiça Federal. No interior e na Baixada Santista há greve em: Araraquara, Barueri, Cotia, Diadema, Ferraz de Vasconcelos, Guarulhos, Itapecerica da Serra, Poá, Praia Grande, Ribeirão Pires, São Vicente, Santos, Cubatão e Guarujá. Servidores da JF de São Bernardo do Campo entraram em greve nesta segunda-feira (27). Nesta quarta-feira (29) foi realizado mais um “apagão” em São Paulo, com todos os ramos do Judiciário, da capital e do interior, paralisando as atividades.
 
Sindijufe-MT: A greve dos servidores no Mato Grosso, que também iniciou no dia 8 de agosto, se mantém com boa adesão. Nesta terça-feira (28) foi realizado grande ato público unificado com a participação de metade das categorias do serviço público federal que estão paralisadas.

Sintrajusc-SC: Nesta terça-feira (28), 71 zonas eleitorais em Santa Catarina paralisaram as atividades. Foi um dia histórico na Justiça Eleitoral de Santa Catarina, com paralisação de 110 servidores e cerca de 130, no total, que deram apoio aos colegas. Vários setores que não haviam aderido à greve estavam com quase 100% de paralisação. Na Justiça Federal há greve ou paralisação parcial em 13 municípios. A Justiça do Trabalho está fazendo paralisação diária de duas horas.

Sindjufe-BA: A greve dos servidores da Bahia começou no dia 15 de agosto. O movimento atinge os três ramos do Judiciário Federal. Na terça-feira (28), os servidores em greve realizaram ato irreverente no TRE e, nesta quarta (29), o ato foi no TRT, em Nazaré. Na sexta-feira (30), haverá assembleia geral, às 13h, no TRE, para debater os rumos do movimento.
 
Sintrajufe-RS: Os servidores do Judiciário Federal do Rio Grande do Sul estão em greve desde o dia 15 de agosto. Em assembleia geral realizada nesta segunda-feira (27), nas Varas Trabalhistas, os servidores reafirmaram a rejeição da proposta do governo e decidiram pelo fortalecimento e continuidade da greve. Na próxima quinta-feira (30) servidores do RS realizam Ato na Justiça Federal às14h e reunião do Comando Estadual de Greve.
 
Sindjus-AL: Os servidores do Judiciário Federal e do MPU em Alagoas retomaram a greve por tempo indeterminado no dia 20/08. A greve dos servidores de Alagoas conta com a participação dos servidores da Procuradoria da República. Nesta terça-feira (28) os servidores alagoanos realizaram ato público em frente ao prédio das Varas do Trabalho, em Maceió e nesta quarta-feira (29) o ato público foi em conjunto com os servidores do Ministério Público Federal. A categoria também mobilizará os servidores dos cartórios eleitorais para participarem da greve.
 
Sitraemg-MG: A greve dos servidores do Judiciário Federal em Minas Gerais iniciada no dia 20/08 vem ganhando adesões com a participação de trabalhadores do interior e da capital. Além dos órgãos da capital, a greve de Minas atinge Ituiutaba, Ipatinga, Juiz de Fora, Manhuaçu,Coronel Fabriciano, Teófilo Otoni. Nesta quarta-feira (29) foi realizado ato público em frente ao prédio da Justiça Federal (JF), em Belo Horizonte, que reuniu centenas de servidores, além dos coordenadores sindicais. Na sexta-feira (31), a partir das 10h, haverá concentração em frente à Justiça Federal e realização de assembleia geral extraordinária para avaliação da proposta de reajuste salarial apresentada pelo STF.

Sindiquinze-SP: A greve dos servidores da 15ª Região teve início no dia 20 de agosto. A greve na 15ª Região foi ampliada nesta segunda-feira (27) com a adesão de mais servidores em São José do Rio Preto e dos colegas de Bauru e Lins, além de Campina e Franca. Os grevistas do Fórum e do TRT se concentraram, nesta segunda-feira (27), em frente à sede, em Campinas. Nesta quarta-feira (29), os servidores grevistas da 15ª Região participaram de assembleia geral que decidiu manter a paralisação e marcar nova assembleia para esta quinta-feira (30), para decidir sobre a contraproposta do STF.

Sintrajufe-PI: Nesta quinta (30), os servidores do Judiciário Federal no Piauí, em greve desde o dia 20, farão uma vigília com velas acesas em frente ao TRE, como ato simbólico para pressionar o governo a incluir o reajuste salarial dos servidores no orçamento. A atividade deve começar às 18h e se estender até as 22h. Nesta quarta (29), servidores do Judiciário Federal e Ministério Público no Piauí realizaram ato unificado com várias categorias do funcionalismo público no estado. A manifestação aconteceu em frente ao TRE-PI e marcou o décimo dia de greve da categoria no Piauí.

Sintrajufe-MA: Servidores da Justiça Federal promoveram um “apagão” total das atividades nesta terça-feira (28). Ao final do ato, os servidores decidiram manter a mobilização, concentrando-se todos os dias desta semana, das 13h às 15h, em frente à Sede da Justiça Federal do Maranhão. Nesta quinta-feira, dia 30, às 13h30, haverá assembleia dos servidores do Fórum Trabalhista Astolfo Serra Fórum. Na assembleia, serão discutidos novos atos no órgão e a participação dos servidores da JT no ato em defesa do direito de organização sindical e do Sintrajufe.
 
Sindjuf-PB: Os servidores da Justiça Eleitoral da Paraíba deflagraram greve por tempo indeterminado na última segunda-feira (27). Os servidores da Justiça do Trabalho devem paralisar suas atividades nesta quinta-feira (30), véspera do último dia para envio do orçamento ao Congresso. No próximo dia 31, às 16h, os servidores realizam assembleia geral na sede do TRE-PB para avaliar o andamento das negociações.
 
Sinjufego-GO: Os servidores do RE, TRT e Justiça Federal de Goiás paralisaram suas atividades por tempo indeterminado a partir desta segunda-feira (27). A greve dos servidores começou forte em Goiânia e teve boa adesão no interior do estado. No primeiro dia de greve foi realizado um ato unificado com a participação dos servidores do MPF e MPT em frente ao edifício-sede do TRE, que reuniu cerca de 400 servidores. Na manhã desta terça-feira (28) houve grande mobilização em frente à sede do TRT-GO, no Setor Bueno e às 14 horas os servidores realizaram passeata do TRT-GO passeata até a Central de Atendimento ao Eleitor, no Setor Marista. Na tarde dessa quarta-feira (29) os servidores do Judiciário Federal e do MPU em Goiás fizeram uma passeata conjunta no Centro de Goiânia. A concentração ocorreu no início da tarde, na entrada da rua 20 da Seção Judiciária Federal do Estado de Goiás, de onde os manifestantes saíram até o edifício-sede do TRE-GO, na Praça Cívica.

Sitra-AM/RR: Os servidores do TRT no Amazonas entraram em greve por tempo indeterminado nesta segunda-feira (27). O Comando Local de Mobilização espera que o movimento vá ganhando espaço nos setores e prédios do regional durante a semana.

Sindjuf-SE: Servidores do Judiciário Federal em Sergipe entraram em greve por tempo indeterminado nesta segunda-feira (27). A assembleia que decidiu a adesão ao movimento foi realizada na última sexta-feira (24), após a manifestação que ocorreu na cerimônia de inauguração do prédio do MPE-SE, que contou com a presença do Presidente do STF, ministro Ayres Britto.
 
Sisejufe-RJ: Os servidores do Rio retomaram a greve por tempo indeterminado em varas, fóruns e tribunais (interior e capital) nesta terça-feira (28). Na capital, mais de 200 servidores participam do movimento paredista. Na assembleia do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) Sede, 150 servidores, além de participarem, confirmaram que estarão no ato público desta quinta-feira (30) à tarde na Candelária. Em ato público realizado nesta segunda-feira (27), os trabalhadores do Judiciário Federal e MPU em conjunto com servidores de outras categorias e estudantes ocuparam a entrada do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, obrigando a presidenta da República Dilma Rousseff a entrar escondida pela porta lateral do teatro, com a proteção da tropa de choque da Polícia Militar do Rio de Janeiro.

Sindjuf-PA/AP: Começou nesta terça-feira (28) a greve por tempo indeterminado dos servidores do TRE do Pará. O primeiro dia de greve dos servidores do Judiciário Federal do Pará foi de intensas mobilizações: nesta terça, cerca de 100 servidores do TRE, TRT-8ª, JF, JM, com o reforço dos grevistas do MPU, realizaram ato público para protestar contra a apatia do governo federal em relação ao reajuste da categoria e ao sucateamento do funcionalismo público.

Paralisações

Sintrajurn-RN: Servidores do Judiciário Federal do Rio Grande do Norte realizaram um grande ato público na manhã desta quarta-feira (29), em frente ao TRT. Nesta quinta-feira (30) haverá concentração durante todo o dia em frente à Justiça Federal e TRE e na sexta-feira (31) em frente ao TRT e TRE, como parte das atividades da paralisação de 48 horas dos servidores do RN.

Sinpojufes-ES: Os servidores do Judiciário Federal do Espírito Santo estão fazendo, todos os dias, paralisações de três horas, das 12h às 15h, horário de maior concentração de servidores e do público. As mobilizações estão sendo na Justiça Federal, cujo prédio se localiza entre o TRE e o TRT.

Sintrajuf-PE: Nesta semana, os servidores em Pernambuco promovem paralisações setoriais, de duas horas. Nesta terça-feira (28), houve paralisação no TRF, das 15h às 17h, e assembleia no TRT, às 13h. Nesta quarta-feira (29), o sindicato promove assembleia na Justiça Federal, às 17h e na quinta-feira (30), das 8h às 10h, haverá paralisação no Fórum da Sudene e às 16h ato público no TRE. Na sexta-feira (31), a paralisação será novamente no Fórum da Sudene, também das 8h às 10h.
 
Sinjuspar-PR: Servidores das Justiças Eleitoral e Federal do Paraná estão em “estado de greve”. Em Curitiba, servidores fazem paralisação de 2 horas desde o dia 22/08. Em Apucarana, Campo Mourão, Paranaguá, Ponta Grossa, União da Vitória e Jacarezinho, os servidores fizeram paralisação em período integral nesta segunda (27) e nesta terça-feira (28) realizaram assembleia para decidir sobre a continuidade do movimento. Em Cascavel, nesta terça-feira (28) foi promovida paralisação de duas horas das 13 às 15 horas. Em Foz do Iguaçu, nesta segunda (27) o a paralisação contou também com a presença de servidores do MPF. A paralisação foi das 13h às 16h. Nesta terça-feira (28), a mobilização foi das 13h às 16h, em frente ao prédio MPF. Em Francisco Beltrão, os servidores fizeram nesta segunda-feira (27) passeata em conjunto com MPT, TRE e TRT. Em Londrina, os servidores fazem paralisação por 2 horas. Em Pato Branco a categoria está em estado de greve.

Sindjufe-MS: Os servidores do Judiciário Federal e do MPU, reunidos em uma paralisação com assembleia geral nesta segunda-feira (27), aprovaram a manutenção do estado de greve e decidiram promover uma paralisação de 24 horas na próxima sexta-feira (31). No mesmo dia, haverá assembleia geral às 14h30, que discutirá e deliberará sobre a possibilidade de deflagração de greve por tempo indeterminado.
 
Estado de greve
 
Sintrajufe-CE: Os servidores da Justiça Federal Ceará estão em "estado de greve", o que significa, na prática, um aviso à Seção Judiciária e ao Tribunal de que os servidores poderão a qualquer momento decidir pela greve, realizar paralisações ou apagões.
 
Sinje-CE: Os servidores da Justiça Eleitoral também estão em estado de greve.
 
Da Fenajufe, com informações dos sindicatos