STF pautou quintos e Sindjus-DF chama greve e ato para esta quarta (18/10)

Agora é pra valer! O julgamento dos Embargos de Declaração do RE 638.115 (Quintos), está marcado para esta quarta-feira (18/10), segundo pauta do Plenário do STF divulgada na noite de hoje. Então, todos estão convocados para a greve e participar do ato, a partir das 13h, em frente ao Supremo. Sua presença é imprescindível. Todo o trabalho interno, visando a sensibilização dos ministros e autoridades do Poder Judiciário e MPU em relação à necessidade de encampar a luta em defesa da coisa julgada e da segurança jurídica foi feito em várias frentes nos últimos meses pelo Sindjus-DF em conjunto com diversas associações, conforme relatado em inúmeras notícias sobre o tema.

 

E, como o sindicato alertou nas assembleias-setoriais realizadas nas últimas semanas, chegaria o momento em que todos precisariam se mobilizar para pressionar os ministros do Supremo. A Assembleia-Geral do dia 2 de outubro aprovou a deflagração de Greve e realização de Ato em frente ao STF no dia do julgamento.

 

Pois bem, a hora chegou!

 

O ministro Gilmar Mendes incluiu, na noite desta terça-feira, os embargos no RE 638.115 na pauta da sessão de amanhã (18/10) na tentativa de enfraquecer nossa reação. Mas ninguém pode subestimar nossa capacidade de mobilização. Precisamos, mais do que nunca, demonstrar nossa força. A presença de todos é fundamental neste Ato.

 

Um ato que não é só em defesa dos quintos, mas também a favor da segurança jurídica e da coisa julgada, dos 13,23% e do NS, e contra a Reforma da Previdência, o PLS 116 e o rezoneamento da Justiça Eleitoral, e pela anulação da Reforma Trabalhista. Todas as nossas bandeiras de luta serão levantadas, nesta quarta-feira (18/10), no grande ato que vamos realizar em frente ao STF.

 

Vamos externar nossa indignação com essa onda de retirada de direitos. Além dos nossos salários congelados, sofremos um verdadeiro massacre orquestrado pelo governo, pelo Legislativo e por integrantes do próprio Judiciário, como o ministro Gilmar Mendes, que não esconde sua pretensão de exterminar os quintos e os 13,23%.

 

Não temos medo desse julgamento. Tudo o que podia ser feito em matéria de ações jurídicas e articulações políticas foi feito. Porém, precisamos de uma mobilização forte para coroar esse trabalho. Precisamos lotar a Praça dos Três Poderes. Precisamos fazer muito barulho.

 

Com o mesmo ímpeto que lutamos pela derrubada do Veto 26, vamos retornar à Praça dos Três Poderes em defesa da nossa carreira e dos nossos direitos.

 

O Sindjus-DF e a categoria contam com cada um de nós, com a nossa presença e a participação ativa nessa greve e nesse ato. Mobilize-se e chame seus colegas a fazerem o mesmo.

 

O sindicato disponibilizará transporte para os filiados que quiserem participar. Ligue para 3212-2613 para solicitar transporte e saber mais detalhes sobre esse deslocamento.

 

Fique atento aos informes e vamos à luta.


Nesta quarta-feira, vamos acordar em greve e preparados para realizar um ato e responder à altura dos ataques que temos sofrido. Todos à luta!