Pesadelo

Pesadelo

por Denise Carneiro, servidora da Justiça Federal na Bahia

A indignação pelo gesto provocador desse Presidente de criar o DIA DO RODEIO no MESMO DIA definido há muito tempo como de DEFESA DOS ANIMAIS me levou a fazer essa pergunta em um grupo de Facebook conhecido por defender o governo: “precisa ser mau, truculento e provocador?”

Pois bem, a pergunta foi postada junto a uma foto do citado presidente se regozijando ao ver a tortura de um touro na arena medieval que invadiu nossos dias. Faltaram palavras não apenas a mim, como àqueles que possuem um mínimo de sensibilidade e contrariedade ao uso deplorável e ignominioso de animais para diversão sanguinária e criminosa nessas festas macabras.

Esperava eu, na ingenuidade que não quero perder, que os membros do grupo se permitissem o direito de discordar desse gesto lamentável de manchar com o sangue dos animais o dia que seria da sua defesa, por pura provocação a quem os defende. Sabe qual foi a reação da maioria do grupo? Postaram MEMES chamando Lula de ladrão. Sim, e quanto ao fato relatado por mim? Nem uma palavra. Não satisfeita, perguntei: “Em que os animais se relacionam com o objeto dos seus ódios? Por acaso esses seres inocentes e indefesos são oposição ao seu governo? O que justifica esse massacre justamente em um dia como esse? Qual o motivo dessa torpe provocação?” As respostas variavam apenas na forma para dizer: “Lula vai ser preso novamente”.

Desisti de argumentar, postei no grupo algumas fotos indigestas para quem possui algum tipo de fleuma, como última tentativa, e saí dali. Naquele momento lembrei-me de uma frase antiga: “Conversar com ignóbeis é como jogar xadrez com pombos: eles derrubam as peças, sujam tudo e voam em galhardia como se tivessem vencido o jogo.”.

Só nos resta acordar desse pesadelo!