1 - Eixos da Campanha Salarial 2015 - Fevereiro 2015

Sistematização

Pauta(eixos)

  1. Politica salarial permanente com correção das distorções e reposição das perdas inflacionárias
  2. Índice linear de 27,3%
  3. Data-base 1 de maio
  4. Direito de negociação coletiva (convenção 151 OIT)
  5. Paridade Salarial entre ativos e aposentados
  6. Retirada dos projetos do congresso nacional que atacam os direitos dos servidores;
  7. Aprovação imediata dos projetos de interesse dos servidores
  8. Isonomia salarial e de todos os benefícios entre os poderes.
  9. Anulação reforma da previdência realizada através da compra de votos dos parlamentares.

10. Extinção do fator previdenciário

11. Incorporação de todas as gratificações produtivistas

12. Fim da terceirização que retira direito dos trabalhadores.

13. Concurso público pelo RJU.

14. Combate a toda forma de privatização.

15. Pela aprovação da PEC 555/06 que extingue a cobrança previdenciária dos aposentados

16. Pela aprovação do PL 4434 que recompõe as perdas salariais.

17. Regulamentação da jornada de trabalho para o máximo de 30 horas para o serviço público, sem redução salarial.

18. Pec 170/2012 – aprovação de aposentadoria integral por invalidez.

19. Liberação de dirigentes sindicais com ônus para o estado, sem prejuízo as promoções e progressões na carreira.

20. Pela revogação do FUNPRESP e da EBSERH

 

Mobilização/Campanhas

  1. Campanha nacional pela suspensão de toda criminalização aos movimentos sociais.
  2. Campanha nacional pela melhoria dos serviços públicos e contra o desmonte do estado praticado pelo governo.
  3. Reorganizar os Fóruns Estaduais dos Servidores Públicos Federais.
  4. Indicar discussão nas bases das categorias, durante a jornada de março, sobre indicativo de greve por tempo indeterminado.
  5. Pressionar o congresso pela aprovação de projeto de lei sobre a negociação coletiva(Convenção 151).
  6. Campanha pela suspensão do pagamento da dívida pública e realização de Auditoria da dívida pública, como previsto na Constituição.
  7. Pela Revogação das MP´s 664 e 665, entre outras, que retiram direitos dos trabalhadores.
  8. Cobrar no STF o julgamento da data-base.
  9. Lutar pelo aumento salarial dos trabalhadores.

10. Pela redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais dos trabalhadores da iniciativa privada, sem redução salarial.

11. Transposição dos anistiados para o RJU (lei 8112/90).

12. Campanha pela liberdade de organização sindical nos locais de trabalho.

13. Campanhas por uma política adequada de saúde do servidor e combate ao assédio moral/sexual e às opressões.

14. Readmissão dos temporários demitidos na greve do IBGE.

15. Realizar Seminário nacional sobre precarização, terceirização e privatização no serviço público.

16. Confecção de um jornal em comum das entidades para a campanha salarial 2015, inclusive envolvendo temas nacionais, como a crise da água e energética.

17. Pela revogação das orientações normativas que mudaram os critérios para concessão de insalubridade e periculosidade.

18. Pela Petrobras 100% estatal e nacional. Pela condenação de corruptos e corruptores da Petrobrás.

19. Campanha pela revogação do FUNPRESP e da EBSERH.

20. Repudiar toda forma de terceirização, precarização e privatização.

Calendário:

02/02 – Ato no Congresso Nacional - às 13H

3 A 7/02 – Rearticulação nos estados do Fórum dos Servidores Públicos Federais

25.02 : Ato de lançamento da campanha salarial 2015 no MPOG(Bloco K), com concentração às 9h/ Dia Nacional de luta com atos, assembleias e paralisações nos estados.

06/03: Ato nacional no Rio de Janeiro e nos estados contra a privatização do SUS e a EBSERH/

Março : Jornada de Luta nos estados, com discussão sobre indicativo de greve.

07, 08 e 09 de abril : Jornada nacional de Lutas, em Brasília com discussão sobre indicativo de greve dos SPF’s.