Regimento interno da XXII Plenária foi aprovado na manhã desta sexta-feira (3)

O segundo dia de trabalho da XXII Plenária Nacional da Fenajufe começou com a análise do Regimento Interno. Após a leitura da proposta inicial, os delegados e delegadas definiram por alterações pontuais que dialogam com a proposta de aprofundamento dos debates na plenária.
 
Os encaminhamentos da mesa foram coordenados pelos dirigentes Cristiano Moreira, José Aristeia e Alisson Ribeiro. Realizado a leitura de todo o Regimento Interno para a categoria, a mesa submeteu ao plenário a votação dos destaques defendidos pelos delegados. 
 
Foi retirado o prazo para os recursos previstos no caput antes apresentados por e-mail até às 21h; Aprovado alteração do horário de envio das propostas de resoluções até às 20h para Plano de Lutas e Conjuntura e até às 23h59 para os demais itens do plenário; Redução para 5 delegados e/ou observadores referente a apresentação das propostas de resoluções e criação de um inciso específico relativo declaração de votos foram algumas das propostas aprovadas.
 
Ao final dos debates, a mesa declarou aprovado o regimento interno da XXII Plenária Nacional da Fenajufe com os destaques deliberados.
 
O Regimento Interno aprovado pode ser acessado AQUI .


Programação
 
Na tarde desta sexta-feira (03), os presentes na XXII Plenária participarão de um amplo debate em dois painéis a serem realizados no auditório com temas relevantes que rodeiam as questões dos trabalhadores do Judiciário Federal e MPU. Confira:
 
13h30 - Mesa 1: Análise de conjuntura  (internacional e nacional) e ataques nos serviços públicos e servidores públicos. Palestrantes: Rafael Freire, José Loguércio e Plinio Sampaio.
 
16h30 – Mesa 2: Precarização, terceirização e desmonte do PJU e MPU. Palestrantes: Roberto Heloani, Marilane Teixeira e Daniel Romero.