Sindjus-AL convoca servidores para ato público em defesa dos direitos sociais e da Justiça do Trabalho na segunda

Sindjus-AL convoca servidores para ato público em defesa dos direitos sociais e da Justiça do Trabalho na segunda

 

Sindjus (AL) 

O Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário Federal em Alagoas (Sindjus-AL) convoca os servidores do Judiciário Federal e do MPU para o Ato Público em defesa dos direitos sociais e da Justiça do Trabalho, na próxima segunda-feira (21), às 8 horas, no hall do prédio das Varas Trabalhistas. 

A manifestação em defesa da Justiça do Trabalho acontece em todo o país e reforça o papel histórico da Justiça do Trabalho na garantia dos direitos trabalhistas, na pacificação social e na solução eficaz dos conflitos trabalhistas. 

A realização do ato público se intensifica após a declaração do presidente Jair Bolsonaro de que sua equipe estuda a criação de projeto de lei para extinção da Justiça do Trabalho. No dia 5 de fevereiro, haverá Ato Nacional Unificado em defesa da Justiça do Trabalho, em Brasília. 

O coordenador Geral do Sindjus-AL, Paulo Falcão, ressalta a importância da participação dos servidores do Judiciário e do MPU na luta em defesa da garantia dos direitos trabalhistas, contra a extinção da Justiça do Trabalho, contra o risco de demissão de servidores da Justiça especializada, tendo em vista a tramitação de projetos de leis (PLP 248/1998, PLS 116/2017 e PLP 539/2018) que retiram a estabilidade dos servidores. 

               

As entidades que organizam o ato são: Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 19ª Região (Amatra19), a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Alagoas (OAB/AL), Caixa de Assistência do Advogado (CAA), Associação dos Advogados Trabalhistas de Alagoas (AATAL), Sindicato dos Advogados do Estado de Alagoas, Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário Federal em Alagoas (Sindjus-AL) e a Associação dos Servidores da Justiça do Trabalho da 19ª Região (Asstra). 

O ato também tem o apoio do Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região (TRT/AL), do Ministério Público do Trabalho em Alagoas e da Associação Brasileira de Advogados Trabalhistas (ABRAT). 

Veja o vídeo da convocação AQUI