Fenajufe - Marielle Franco, presente!

Marielle Franco, presente!

Sintrajufe (RS)

O Brasil viu estarrecido nessa quarta-feira, 14, o primeiro assassinato político da intervenção militar federal no Rio de Janeiro. Marielle Franco, vereadora da cidade pelo PSOL, foi executada com nove tiros, quatro deles em sua cabeça, poucos dias depois de denunciar assassinatos cometidos por policiais militares na favela de Acari e de assumir a relatoria da comissão da Câmara de Vereadores que deveria acompanhar a intervenção militar. Trata-se de um gravíssimo ataque à democracia e à vida, que não pode passar impune e deve deixar a todos ainda mais alertas sobre o que está acontecendo no país. Junto com Marielle Franco, foi morto o motorista do carro onde ela estava, Anderson Pedro Gomes.

Marielle, mulher, negra, oriunda da favela, homossexual, militante, foi assassinada por não baixar a cabeça, por ousar lutar. Enfrentou com coragem todas as formas de opressão e, por isso, foi executada. A área onde Marielle vivia é dominada por policiais militares milicianos, e tudo leva a crer que, por enfrentar mais esse poder, Marielle foi tirada do caminho. Além de tirar a vida de Marielle, os assassinos parecem querer dar um recado claro de força e de silêncio, recado esse a que precisamos, todos os democratas brasileiros, responder com barulho, denúncia e mobilização.

Diversas personalidades do mundo político, militantes e intelectuais, além de organizações nacionais e internacionais, já se pronunciaram exigindo punição aos responsáveis. O Sintrajufe/RS faz o mesmo através desta nota, solidariza-se com amigos e familiares e chama todos a participarem, nesta quinta-feira, 15, das manifestações de repúdio, de luto e de luta, pela execução de Marielle. Haverá atos públicos em todo o país e, em Porto Alegre, a manifestação está marcada para as 17h30min, na Esquina Democrática.

Marielle Franco, presente!