Sindiquinze já cumpre deliberações do 3º CONTEC sobre NS para Técnicos Judiciários

A Diretoria Executiva da Fenajufe aprovou as sete indicações do 3º Coletivo Nacional da Fenajufe de Técnicos Judiciários e do MPU (Contec), realizado no dia 9 de julho, em Brasília. O Sindiquinze já cumpre as referidas decisões, que têm o objetivo de tornar o Nível Superior a escolaridade mínima para ingresso na carreira de Técnico Judiciário. 

Confira abaixo as indicações: 

1. Que a Fenajufe oriente os sindicatos a visitarem magistrados de 1º e 2º graus, ministros e presidentes de Tribunais Superiores e Conselhos Superiores de Justiça, Deputados, Senadores, OAB, PGR, MPF entre outras instituições e autoridades, solicitando apoio formal ao Nível Superior (NS) para a carreira de Técnico Judiciário, através da assinatura de cartas a serem remetidas posteriormente ao STF pela Fenajufe ou pelo próprio sindicato de base. Por oportuno, orientamos que as cartas devem ser enviadas para a Fenajufe que em momento adequado as encaminhará ao STF e PGR. 

ATUAÇÃO DO SINDIQUINZE: No primeiro semestre deste ano, o Secretário do Sindiquinze, Nilton dos Santos de Lima, acompanhando coordenadores da Fenajufe, visitou o Tribunal Superior do Trabalho (TST), o Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), o Conselho da Justiça Federal (CJF) e Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para tratarem do trabalho produzido pela Comissão Interdisciplinar de Carreira do STF, que tratou da revisão do plano de carreira dos servidores do PJU (Lei 11.416/06). Na primeira reunião com o Presidente do TRT-15, Desembargador Fernando da Silva Borges, a questão do NS também foi tratada.

2. Que a Fenajufe oriente os sindicatos a esclarecerem que, em face de eventuais de propostas contrárias ao NS, há deliberação da categoria pela mudança do requisito de escolaridade para ingresso nos cargos de técnico judiciário e do MPU para nível superior.

ATUAÇÃO DO SINDIQUINZE: Todas as decisões e reuniões sobre a luta pelo NS Já são noticiadas no site, tanto na área de notícia, como na página específica do Núcleo dos Técnicos

3. Que a Fenajufe oriente os sindicatos a realizarem atos de 2 (duas) horas em prol do NS nas justiças trabalhistas, eleitoral, federal e militar da União (caso haja).

ATUAÇÃO DO SINDIQUINZE: Em praticamente todos os atos contra as ‘reformas’ do Governo Temer a busca pelo NS é tratada pelo sindicato. 

4. Que a Fenajufe oriente os sindicatos a realizarem reuniões/seminários visando atualizar a base sobre os avanços da pauta NS e também esclarecer sobre as diretrizes e ações do sindicato em prol do NS.

ATUAÇÃO DO SINDIQUINZE: O sindicato reuniões descentralizadas do Núcleo dos Técnicos Judiciários para debater com os associados assuntos referentes à carreira, entre eles, o Nível Superior para ingresso na carreira de técnico. Já foram realizadas reuniões em Ribeirão Preto e São José do Rio Preto

5. Que a Fenajufe oriente os sindicatos a criarem ou reativarem os núcleos/coletivos regionais de técnicos do PJU/MPU nos sindicatos.

ATUAÇÃO DO SINDIQUINZE: O Sindiquinze tem um núcleo de técnicos atuante e que se reúne com frequência, sob a coordenação do Secretário Nilton dos Santos de Lima.

6. Que a Fenajufe oriente os sindicatos acerca da criação de núcleos/coletivos regionais de técnicos intersindicais onde houver mais de um sindicato na mesma base territorial de servidores do PJU/MPU;

ATUAÇÃO DO SINDIQUINZE: O sindicato participou do I e do II Fórum Nacional de Técnicos, com representantes de diversos estados para tratar do assunto. O Sindiquinze é o único sindicato na base da Justiça do Trabalho da 15ª Região. 

7. Que a Fenajufe oriente os sindicatos a divulgarem/publicarem o “Memorial-NS” e os “Esclarecimentos-NS” da Fenajufe.

ATUAÇÃO DO SINDIQUINZE: O Sindiquinze