Sindiquinze participa de ato pela valorização do Serviço Público na Avenida Paulista

 

 

 

O Sindiquinze participou na tarde da sexta-feira, 27, de um grande ato que reuniu milhares de pessoas na Avenida Paulista, em São Paulo, pela valorização do serviço público e dos servidores. Organizado pela CUT, CTB, Força Sindical, Nova Central, Intersindical e Pública, o ato fechou a avenida em defesa do serviço e do servidor público; preservação dos empregos e salários; contra os pacotes de privatizações dos governos municipais, estaduais e do governo federal; contra a “reforma” da Previdência; combate à terceirização e luta contra a aplicação da “reforma” trabalhista. O Secretário do Sindiquinze, Nilton dos Santos de Lima, e a coordenadora da Fenajufe, Mara Weber, participaram do ato.

O ato das centrais é uma resposta ao desmonte do Estado e à mais abrangente retirada de direitos da classe trabalhadora da história brasileira. O Governo Temer e de seus aliados congelaram, por 20 anos, o dinheiro para investimentos no serviço público em todas as áreas, aprovaram a “reforma” Trabalhista, que acabou com a CLT, e a terceirização irrestrita, que precariza ainda mais as relações de trabalho e, agora, planejam acabar com a aposentadoria. 

Também está em andamento um grande projeto de privatização dos setores essenciais do Estado, que pode significar o fim da carreira dos servidores e o fim do concurso público, com as terceirizações em massa. Também tramita a passos largos o mais novo ataque do Governo Temer, agora diretamente contra os servidores: o PLS 116/17, que prevê demissão de servidor público efetivo por insuficiência de desempenho.

Salvo pela segunda vez pelo Congresso mais corrupto da história, ao custo de R$ 12 bilhões em dinheiro público, o governo ilegítimo já anunciou que pretende aprovar a “Reforma” da Previdência ainda em 2017.