Fenajufe - Ato do Sindjus-DF nesta terça volta a ocupar Esplanada

Ato do Sindjus-DF nesta terça volta a ocupar Esplanada

Fotos: Joana Darc Melo/Fenajufe

Em ato realizado pelo Sindjus-DF nesta terça-feira (21), como parte das atividades da greve pela aprovação dos PLs 6613/09 e 6697/09, mais de 2 mil servidores marcharam do Ministério do Planejamento até o Supremo Tribunal Federal, ocupando o Eixo Monumental, na Esplanada dos Ministérios.

A marcha saiu do Ministério do Planejamento por volta das 16h, e a categoria permaneceu mobilizada até à noite, perto das 20h. Com foguetes, palavras de ordem e som de cornetas, os servidores se mantiveram em alerta em frente ao STF, para pressionar a negociação que ocorria durante reunião na sala da presidência do Supremo.

“A caminhada foi uma mostra da quantidade dos servidores do Judiciário e do Ministério Público que estão paralisados. Foi a comprovação de que o movimento está crescendo cada vez mais”, afirma Sheila Fonseca, coordenadora de Comunicação, Cultura e Lazer do Sindjus-DF.

Os dirigentes do Sindjus-DF e da Fenajufe entraram no prédio do Supremo para reunião com Ayres Britto por volta das 17h30 e saíram quase às 21h. Mas o encontro com o presidente da Casa demorou cerca de uma hora. A reunião demorou a começar e ainda foi interrompida uma vez, para que Britto atendesse a um ministro do Executivo que chegou ao STF.

Motivação

“De todas as paralisações que participei desde o dia 1º de agosto, esta foi a mais efetiva”, acentua o analista Judiciário Adaglion Aires de Andrade, do Superior Tribunal Militar. “Não sei o que aconteceu, mas o pessoal está determinado. Vi as pessoas esperançosas com as negociações, gritando palavras de ordem, muito motivadas mesmo”, acrescenta o servidor.

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Sindjus-DF