Fenajufe participa da Plenária Nacional das centrais sindicais nesta terça (26)

Fenajufe participa da Plenária Nacional das centrais sindicais nesta terça (26)

A Fenajufe participa, nesta terça-feira (26), da Plenária Nacional da centrais sindicais (CGTB, CSB, CSP-Conlutas, CTB, CUT, Força Sindical, Intersindical Instrumento de Luta, Intersindical e Nova Central) – Em Defesa dos Serviços Públicos Municipal, Estadual e Federal, das Empresas Estatais, do Brasil e dos Trabalhadores. O encontro acontece no Teatro do Sindicato dos Bancários, em Brasília, com previsão de ato dos(as) trabalhadores(as).

A coordenadora Elcimara Souza e os coordenadores Erlon Sampaio, Fabiano dos Santos, Ramiro López, Roberto Policarpo e Thiago Duarte acompanharam as atividades nesta manhã juntamente com representantes do Sitraemg-MG, Sisejufe-RJ e Sintrajufe-RS.

Nos informes das Entidades, o coordenador Erlon Sampaio falou sobre os trabalhos da Fenajufe em defesa dos servidores e servidoras do PJU e MPU. O dirigente comentou o trabalho da Federação em defesa da Justiça do Trabalho e citou o Encontro Nacional de Servidoras e Servidores da JT nos dias 26 e 27 de outubro. Além disso, a organização do Coletivo Jurídico nesta quarta-feira (27) e quinta-feira (28), que discutirá ações judiciais para minimizar os ataques e o Encontro Nacional de mulheres do PJU e MPU, no dia 30 de novembro.  

O dirigente alertou sobre o momento de grande turbulência econômica, social, moral e perdas de direitos sociais nunca vistos antes na história do Brasil. E criticou o despreparo do governo Bolsonaro - eleito pautado em mentiras.

Erlon destacou, ainda, a participação da Fenajufe nas Frentes em defesa do serviço público em Brasília e nos estados. O coordenador citou também a reunião ampliada no dia 7 de dezembro para organizar ações unificadas com os sindicatos de base.

Nas demais falas, representantes das centrais reforçaram a urgência da unicidade em defesa do serviço público e dos trabalhadores e meio aos ataques recentes de Jair Bolsonaro e Paulo Guedes com o Plano Mais Brasil - que visa a destruição dos serviços públicos e o desmonte do Estado com a PEC do Pacto Federativo, PEC Emergencial e PEC dos Fundos Públicos, além das Reformas Administrativa e Sindical.

Nesta tarde, as atividades foram retomadas com a discussão e aprovação do plano unitário de ações e luta. Em seguida, acontece um ato político em defesa dos serviços públicos, das empresas públicas e estatais, do Brasil e dos(as) trabalhadores(as) e será encerrada com a leitura do manifesto.

 

Raphael de Araújo, da Fenajufe (texto e fotos)