Fenajufe - Eleições 2018: Em cartas a servidores públicos, Haddad assume compromisso de defender a Justiça do Trabalho e revogar a EC 95

Eleições 2018: Em cartas a servidores públicos, Haddad assume compromisso de defender a Justiça do Trabalho e revogar a EC 95

 

 

 

O candidato à presidência pelo Partido dos Trabalhadores, Fernando Haddad, divulgou cartas-compromisso na tarde desta sexta-feira, 19, direcionadas aos servidores públicos em geral e àqueles da Justiça do Trabalho, assumindo  compromisso garantir o pleno funcionamento da Justiça do Trabalho, bem como o de revogar a Emenda Constitucional  95, caso sejam eleitos em 28 de outubro. O documento foi divulgado no inicio da tarde desta sexta-feira, 19, assinado pelo próprio candidato.

O candidato também comprometeu-se a revogar a reforma trabalhista de Temer, substituindo-a por um novo Estatuto do Trabalho, produzido de forma negociada entre governo, empregadores e empregados de forma a assegurar direitos dos trabalhadores e garantir o bom funcionamento da Justiça do Trabalho.

Os compromissos assumidos publicamente se estendem ainda à revogação da terceirização irrestrita, criticado pelo candidato por permitir que mulheres grávidas trabalhem em ambientes insalubres; retira direitos dos trabalhadores e dificulta o acesso destes e de todos(as) trabalhadores(as)  à Justiça do Trabalho.

Fernando Haddad reafirma ainda oposição também à reforma da Previdência proposta por Temer e destaca a necessidade de discutir amplamente toda e qualquer mudança no sistema previdenciário, principalmente aquelas que afetem  trabalhadores, aposentados e pensionistas.

A revogação da EC 95 e da terceirização, bem como o combate à reforma da Previdência e o desmonte do Judiciário são bandeiras de luta dos servidores públicos e das entidades que integram os coletivos do segmento.

Para a coordenadora da Fenajufe, Mara Weber – no plantão desta semana – o compromisso público do candidato vem ao encontro das pautas dos servidores e servidoras do Poder Judiciário Federal e do Ministério Púbico da União, amplamente debatidas e aprovadas nas instâncias da categoria. “As Centrais Sindicais tiraram posição diante da gravidade do momento pelo risco de retrocesso, apontado na fala de um dos candidatos e estão cobrando posicionamento desses candidatos. Essa é a resposta do candidato Haddad e até o momento não houve qualquer manifestação da outra candidatura”, avalia a dirigente.

Além do site oficial da campanha, as cartas podem ser lidas nos links abaixo.

Compromisso pela Justiça do Trabalho: AQUI
Compromisso pela revogação da EC 95:  AQUI.