Trabalhadores protestam contra reforma da Previdência, pedem anulação da EC 95 e da reforma Trabalhista

No #ocupabrasilia, luta contra o desmonte do judiciário também é pauta do movimento

Trabalhadores de todo o país se unem a movimentos sociais e organizações não-governamentais nesta terça-feira, 28, para protestar em Brasília contra a reforma da Previdência. Eles pedem ainda a anulação da EC 95, da reforma Trabalhista e da MP 805.

O #OcupaBrasília, como foi designado, também tem pautas pela defesa do Poder Judiciário, contra o desmonte da Justiça Trabalhista e da Eleitoral.

A concentração teve início às 9 horas já nas imediações do Anexo II da Câmara dos Deputados. A exemplo do cerceamento que acontece no interior do Congresso Nacional, onde o cidadão já não pode mais circular pela "Casa do Povo", autoridades tentam agora impedir que os trabalhadores se manifestem.

Com as liberdades individuais e coletivas ameaçadas, os trabalhadores buscam apoio de parlamentares que negociam com a Polícia Militar do DF a organização do ato.

Coordenadores da Fenajufe, dirigentes da base e delegações de sindicatos filiados à Fenajufe participam dos protestos. Nunca antes, na história do país, os trabalhadores estiveram tão ameaçados pela perda de direitos e recrudescimento da vulnerabilidade nas relações de trabalho. Nunca, na história do país, o alto empresariado e a elite financeira estiveram tão fortalecidos.