Terça-feira, 20 de junho, começa o Esquenta da Greve Geral

A partir da terça-feira, 20 de junho, trabalhadores brasileiros no combate à perda de direitos e contra os retrocessos proporcionados pelas ações do governo Michel Temer (PMDB) com apoio do Congresso Nacional e da cúpula do Judiciário, intensificam as ações preparatórias para a Greve Geral de 30 de junho, convocada pelas Centrais Sindicais.

A Fenajufe orienta aos sindicatos filiados Incorporar o 20 de junho - o Esquenta Greve Geral -  como Dia Nacional de Luta e Combate ao Desmonte do PJU e assim promover atos, seminários, AGs e paralisações, com o tema o desmonte do PJU, também a ser incluído como eixo de luta da Greve Geral de 30 de junho.

Orienta ainda:

- Incorporar a luta contra  o desmonte do PJU; o risco de extinção da Justiça do Trabalho; a extinção de Zonas Eleitorais em todo o país; as reestruturações em curso na Justiça Federal; a não reposição de servidores aposentados e a aceleração do processo de terceirização em todas as áreas,  à bandeira de lutas geral e ao combate às reformas.

- Construir a resistência e o fortalecimento do PJU em conjunto com entidades estaduais e locais ligadas ao Poder, tais como seccionais e subseccionais da OAB; associações de juízes e magistrados nos estados; associações de advogados trabalhistas e outras que atuem junto ao Poder Judiciário local, regional ou federal.

A Fenajufe convoca todos os servidores do PJU e MPU a participarem das mobilizações do dia 20 de Junho – Esquenta e da Greve Geral de 30 de junho, com a pauta:

- Contra as reformas Trabalhista e da Previdência

- Eleições Gerais Já!

- Diretas Já!

- Fora Temer!

- Em defesa da Justiça do Trabalho e do direito de greve e contra o desmonte do PJU.

O calendário de atividades está assim definido:

20 de junho – Participação no Esquenta da Greve Geral com Dia Nacional de Combate ao Desmonte do PJU

30 de junho – Participação na Greve Geral

8 de julho – Reunião Ampliada da Fenajufe

9 de julho – Reunião do Contec