Calendário da Reforma Trabalhista prevê votação em plenário no início de julho

Um acordo entre os senadores que compõem a Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado, jogou para  próxima terça-feira, 13, a leitura do parecer do relator Ricardo Ferraço (PMDB/ES). 

Com a leitura na semana que vem, a votação do projeto na Comissão deve acontecer em 20 de junho. Em seguida o projeto será analisado na CCJ do Senado e deverá ser votado pelo plenário no início de julho. 

O calendário de tramitação da reforma ficou assim previsto:

- 13/06 (terça-feira): leitura do parecer na CAS;

- 20/06 (terça-feira): votação na CAS;

 - 27/06 (terça-feira): leitura do parecer do senador Romero Jucá (PMDB/RR) na CCJ;

 - 28/06 (quarta-feira): votação na CCJ;

 - 04 e/ou 5/07: apreciação em Plenário. 

Atividade

A sessão desta quinta-feira na CAS foi acompanhada pelo coordenador Julio Brito. Mesmo com toda dificuldade de acesso às dependências do Congresso, o dirigente ainda conseguiu contato com alguns senadores. Mas o tema dominante das conversas nas casas do Parlamento continua sendo o julgamento da chapa Dilma-Temer no TSE e o embate entre o Planalto e a JBS. 

A Fenajufe reforça orientação para que as entidades intensifiquem a pressão sobre senadores e deputados, exigindo o voto contrário às reformas trabalhista e da Previdência. Essa pressão deve ser constante nas bases eleitorais e nas cidades onde os parlamentares obtiveram votações mais expressivas. Através das redes sociais os servidores também podem cobrar posição dos congressistas, com mensagens diretas e públicas tanto no Facebook quanto no Twitter, Instagram, G+ e outras. 

Outra orientação – já deliberada pelo Fonasefe – é pelo fortalecimento dos comitês estaduais do Fórum, como forma de intensificar a mobilização.