Debates da Plenária Nacional avançam nas pautas prioritárias dos Servidores

No final da manhã do sábado (4), trabalhadores do Judiciário Federal e do MPU, delegados(as) na XXII Plenária Nacional da Fenajufe participaram de amplo debate sobre plano de lutas e campanha salarial. Coordenado os trabalhos a mesa foi composta pelos coordenadores Gláucio Luiz, Alisson Ribeiro e Marcos Santos.

Nas discussões foram pontuadas aquelas que são lutas prioritárias na atuação do movimento sindical do Judiciário Federal e MPU. Dos temas em discussão, destaque para a reforma da previdência, revogação da reforma trabalhista, derrubada da EC 95 e da PEC 55/2016, o apoio à auditoria da dívida pública e a data-base . São bandeiras que requerem mobilização constante frente os desafios impostos pela conjuntura que se desenha.

Revogar a Emenda Constitucional 95 e a Reforma Trabalhista, bem como impedir a aprovação da Reforma da Previdência são questões vitais para a preservação dos trabalhadores e trabalhadoras, dos serviços e servidores públicos em todo o país.

As falas foram unânimes quanto à necessidade do fortalecimento da classe e união de luta com trabalhadores de outras categorias, tanto do serviço público quanto da iniciativa privada. Só assim, na soma, é que resultados poderão ser conquistados na defesa dos direitos da classe trabalhadora.

Mais uma vez foi reforçado o calendário de lutas, com ênfase no 10 de agosto, – Dia do Basta – para toda a classe trabalhadora em todos os Estados, convocado pelas centrais sindicais.

A mobilização segue ainda na construção do 12 de setembro, com ato em frente ao STF, em Brasília. É o dia da posse de Dias Toffoli como  presidente do Supremo Tribunal Federal, substituindo Cármen Lucia. Os servidores vão exigir respeito à pauta do segmento.

A data sugerida pela Fenajufe para inserção no calendário de lutas do Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos (Fonasefe). Um seminário também será organizado.


O calendário indicado fica assim:

- 10 de agosto: Dia Nacional de Luta nos estados em defesa do emprego, da aposentadoria e contra a reforma trabalhista. As entidades devem se empenhar para construir as mobilizações nos estados a partir dos Fóruns em defesa do serviço Público e outros espaços organizativos nos estados.

- Indicativo do dia nacional de lutas no dia 12/9 com Caravanas para Brasília, data da posse do novo presidente do STF para pressionar pela data-base do serviço público.

- Realização do Seminário Nacional do FONASEFE, conjuntamente com servidores federais, municipais e estaduais. As entidades definirão a data já nos próximos dias.


Credenciamento

Antes do início dos trabalhos do dia, a Secretaria apresentou o resultado do credenciamento na plenária. Encerrado  na sexta-feira, 3, no início da noite, os números contabilizaram, ao todo, 215 participantes. Deste total, 156 são delegados(as) e 46 observadores(as). A sobre dos crachás foram destruídos na presença da mesa diretora. O trabalho foi executado pelas funcionárias Patrícia Tavares (Fenajufe), Roseli Rodrigues (Sindjufe/BA) e Lúcia Dórea (Sindjufe/BA), sob supervisão da secretária política da Fenajufe, Eliane Mendes.