Congrejufe começa com apelos à unidade da categoria e alertas sobre situação política do país

A tônica dos discursos na abertura do 9º Congresso Nacional dos Trabalhadores do Judiciário Federal e Ministério Público da União – Congrejufe – foi definida pelos apelos à unidade dos servidores em torno dos interesses da categoria e pelos alertas quanto aos riscos frente à instabilidade política que passa o país. Para os coordenadores que se revezaram na saudação dos delegadxs e observadorxs, o momento requer aprofundamento do debate e a clareza que este Congrejufe vai construir a luta da categoria pelos próximos anos. A mesa de abertura do congresso da Fenajufe foi composta pelos coordenadores da Fenajufe Alexandre Magnus, Cledo Oliveira, Luis Cláudio dos Santos Correa, Saulo Arcangeli e Tarcísio Ferreira, pelo presidente do Sintrajusc (SC), Paulo Roberto Koinsk e os convidados, José Luís Ronconi – Secretário de Relações Internacionais da Federação Judicial Argentina;  Carlos Fessler – secretario geral da Associação de Funcionários Judiciais do Uruguai; Heloísa Helena Pereira – Intersindical da Classe Trabalhadora e Marcelo Carlini, diretor executivo da Central Única dos Trabalhadores.

Momento que causou manifestação dos congressistas foi quando em sua fala, Carlini denunciou, como golpe de estado, o processo de impeachment contra Dilma Roussef. Em meio a vaias e aplausos, a mesa condutora dos trabalhos foi obrigada a intervir para garantir o direito de manifestação do diretor executivo da CUT.

Na sequência o coordenador da Fenajufe, Saulo Arcangeli, também denunciou o golpe, mas não contra o governo e sim contra os trabalhadores, com as sucessivas investidas contra direitos conquistados à custa de muita luta da classe trabalhadora.

Sobre o tema do Congrejufe, a representante da Intersindical, Heloísa Helena, lembrou que ele faz parte de um debate muito mais aprofundado, sobre qual o modelo de sociedade estamos construindo.

Encerraram as falas os representantes das entidades  de servidores do judiciário da Argentina e do Uruguai, destacando a importância do Brasil no movimento sindical da América Latina, José Luis Ronconi e Carlos Fessler.

Homenagens

Momento que levou emoção ao público na abertura do 9º Congrejufe foi a homenagem aos ex-diretores Silvana Klein e João Evangelista. Além do carinho e o respeito do Congresso, as famílias também receberam placas, flores e um vídeo em memória dos dirigentes falecidos. O vídeo da homenagem pode ser conferido em nossa página no Facebook ou AQUI.

Fotos:
Joana Darc Melo/Fenajufe

Valcir Araújo